Quais documentos necessários para acionar o Seguro DPVAT?

O DPVATSeguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, assegura vítimas de acidentes de trânsito, quando não existe apuração de culpa.

Quais documentos necessários para acionar o seguro dpvat

O que é o Seguro DPVAT?

O Seguro DPVAT, indeniza vítimas, sendo elas motoristas, passageiros ou pedestres que foram vítimas de acidentes de transito por via terrestre sendo que a indenização pode ser solicitada em três casos:

  • Morte;
  • Invalidez permanente;
  • Reembolso de despesas médicas e hospitalares;

O pagamento do Seguro DPVAT é obrigatório e está amparado pela Lei Nº 11.482 de 2007, e assegura vítimas de acidentes em todo o território nacional.

O pagamento do seguro é realizado juntamente com o pagamento anual do IPVA pelos proprietários de veículos automotores.

O valor fica retido em um fundo específico e é utilizado para cobrir danos a vítimas de acidentes de trânsito.

 

Como solicitar o Seguro DPVAT?

A seguradora responsável pelos pagamentos do Seguro DPVAT é a Seguradora Líder, assim para solicitar o valor da indenização a vítima ou familiar dever se dirigir a uma unidade da mesma para acionar seu direito.

Também é possível solicitar o seguro em uma agência dos correios.

A vítima também pode acionar o Seguro DPVAT judicialmente, porém neste caso o processo costuma ser demorado. Essa pode ser uma opção quando existir algum problema como o recebimento dos valores.

Quais documentos são necessário para se solicitar o Seguro DPVAT?

Para realizar a solicitação do pagamento do Seguro DPVAT, é necessário apresentar os seguintes documentos:

Para indenização em qualquer um dos caso:

  • RG, CPF e Comprovante de residência;
  • B.O – Boletim de ocorrência: Sob o qual o acidente foi registrado;
  • Extrato Bancário ou Cartão de Crédito: É necessário apresentar comprovante do banco em que possui conta ativa. Caso não tenha conta é necessário a abertura para receber o benefício.

Para indenização em caso de assistência médica:

  • Comprovantes das despesas médicas, sendo recibo ou nota fiscal;
  • Se em virtude do acidente você não pude trabalhar, é obrigatório apresentar laudo médico que ateste essa condição.

Para indenização em caso de morte:

  • Certidão de óbito da vítima;
  • Comprovante de parentesco (certidão de casamento, declarações de herança entre outros)

 

Outras considerações importantes referente ao Seguro DPVAT

Mesmo se o veículo envolvido no acidente não tiver estiver com o pagamento do Seguro DPVAT em dia, as vítimas tem direito a receber a indenização;

O pedido de indenização deve ser solicitado no prazo de até 03 anos da data do acidente.

Se a vítima do acidente tiver 16 anos ou menos, quem recebe o valor é o responsável legal.

Se a vítima do acidente for beneficiada com o seguro invalidez e falecer, os familiares tem direito a receber o valor da diferença dos valores.

E se a vítima tiver recebido valores por despesas médicas, estes valores não serão descontados em caso de indenização por invalidez ou morte.

Em caso de morte, onde a vítima já tiver recebido a indenização por invalidez, é importante ressaltar que esses benefícios não são cumulativos.

Se você foi vítima, ou teve algum familiar que sofreu um acidente de trânsito, vocês tem direito a receber a indenização do Seguro DPVAT, é um direito de todo cidadão brasileiro.

E se for proprietário de um veículo automotor, não esqueça de manter seu pagamento em dia, nunca se sabe quem será a próxima vítima do trânsito.