SEGURO AUTO SIMULAÇÃO: VEJA COMO SIMULAR O SEGURO AUTO

Seguro Auto Simulação

O seguro auto é, atualmente, um gasto mensal praticamente obrigatório para quem tem um veículo, frente aos dados de roubos, furtos e acidentes. No estado de São Paulo, por exemplo, cerca de 4 mil carros são roubados por mês – de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública.

Quem não quer gastar com um seguro auto simulação fica com seu automóvel totalmente desprotegido. Sem contar que caso ele seja roubado, furtado ou danificado devido acidentes de trânsito, o valor gasto será muito maior para o proprietário de um carro que venha a passar por algumas dessas situações.

Seguro Auto Simulação

Como Simular o Valor do Seguro do Auto

Há diversos sites na internet que permitem que você faça um seguro auto simulação. Até mesmo nos sites institucionais de empresas seguradoras permitem que o proprietário de um veículo saiba o valor aproximado mensal que pagará pelo seguro do seu automóvel.

Mas, é claro, esses dados de seguro auto simulação trazem o valor aproximado do plano. Assim, não ache estranho se os valores obtidos nesses simuladores sejam maiores ou menores do que aqueles estimados nos simuladores.

Características que interferem no valor do seguro auto simulação

Diversas variáveis são levadas em consideração para que uma empresa de seguros determine o valor mensal do plano de um automóvel. Nesse valor do seguro auto simulação, os fatores que mais interferem no plano são:

 

1- Idade do motorista

Geralmente, os seguros costumam ser mais caros para motoristas com idade entre 18 e 25 anos. Isso porque as empresas consideram o pouco tempo de experiência em guiar desses clientes – o que representa maiores riscos de sinistros.

 

2 – Uso do veículo

Há diferenças de valores no seguro auto simulação de acordo com a finalidade do uso do carro. Carros usados para trabalhar, por exemplo, costumam ter o seguro com preço mais elevado do que automóveis que são usados apenas para o proprietário se locomover pela cidade ou passear aos finais de semana.

 

3 – Sexo do Motorista

Geralmente mulheres pagam menos pelo seguro auto simulação. Isso é baseado em estatísticas, que apontam que sinistros são causados mais por homens do que por mulheres. As motoristas tendem a ser mais responsáveis ao guiar.

 

4 – Residência do proprietário

O valor do seguro auto simulação também varia de acordo com a região em que mora o proprietário. Residir em locais onde casos de furtos e roubos são maiores costumam ter o seguro do auto mais caro.

 

5 – Onde o Carro é Estacionado

Morar em edifícios com garagem deixam o valor do seguro mais barato do que deixar o carro em garagem fáceis de assaltantes entrarem ou mesmo na rua. Além da possibilidade maior de roubos e furtos, o carro fica danificado mais facilmente.

6 – Família

Proprietários com filhos pequenos costumam pagar menos pelo seguro do carro. As empresas seguradoras entendem que os proprietários dos autos terão mais cuidado ao dirigir.

 

7 – Modelo do carro

Automóveis mais visados por assaltantes costumam ter mensalidades mais caras do seguro. Isso porque correm mais riscos de serem furtados ou roubados por pessoas mal-intencionadas.

 

8 – As infrações no trânsito

O histórico do motorista também conta. Motorista com muitos pontos na carteira e multas significa maiores riscos de sinistros. Enquanto motoristas que não cometem infrações de trânsito tendem a pagar pelo seguro auto simulação um preço menor – já que as chances de sinistros são menores.

Não omita informações!

Caso algum proprietário esteja pensando em omitir ou mentir alguma informação sobre o seu automóvel ou como ele usa e o estaciona, pode se dar mal. Isso porque as empresas seguradoras contam com profissionais especializados que têm como conferir as informações passadas pelo proprietário do veículo.

Mentir informações no seguro auto simulação pode fazer o contrato ser cancelado, incidir em multa ou mesmo o proprietário responder a um processo por falsidade ideológica. Não faça isso, ok?

Ituran: Análise sobre a marca Ituran para rastreador veicular

Ituran - Análise sobre a marca Ituran para rastreador veicular

A Ituran é, no Brasil, líder no mercado de monitoramento de veículos. Oferece aos seus clientes produtos com altíssima tecnologia que protege seus veículos contra roubo e furto.

Com sede no Brasil, Israel, Argentina e Estados Unidos, a Ituran hoje está presente em mais de 30 países, possuindo, nada mais que 1 milhão e meio de clientes satisfeitos com seus serviços e produtos.

Para aperfeiçoar cada vez mais os seus produtos e serviços, a Ituran possui um setor específico de pesquisas e desenvolvimento, que possui engenheiros bem capacitados para criar serviços e produtos que revolucionam o mercado de rastreamento.

Para se ter uma noção da eficácia dos serviços Ituran, apenas em 2017, a empresa registrou mais de 1.600 sinistros de roubo de veículos, ultrapassando assim, mais de 70.000 recuperações de veículos em sua história. Convertendo isso em dinheiro, temos aproximadamente R$ 3 bilhões devolvidos aos seus clientes.

Ituran - Análise sobre a marca Ituran para rastreador veicular

Para seu carro

Ituran com seguro

Esse serviço trata-se de um rastreador com seguro desenvolvido para todos os perfis de clientes, independente da idade, hábitos ou localização.

Esse seguro conta com um rastreador com tecnologia israelense, onde possui altos índices de recuperação de veículos, em caso de sinistros.

Com valor bem abaixo das demais seguradoras existentes no mercado, a Ituran com seguro oferece aos seus segurados cobertura de 100% do valor da tabela FIPE em caso de não localização do mesmo ou não recuperação caso o mesmo seja envolvido em algum acidente. Além disso, você tem direito de usar 5 acionamentos de socorro 24 horas durante o período de vigência de sua apólice. Isso inclui: troca de pneu, guincho, pane seca e elétrica, bem como transporte alternativo.

 

Ituran rastreador

Com monitoramento online de seu veículo e alto índice de recuperação o rastreador veicular Ituran tem o menor valor no mercado de rastreadores do país. Com ele, você tem seu veículo de volta em caso de furto ou roubo ou seu dinheiro de volta.

Você pode também, utilizar o monitoramento online de seu rastreador caso empreste seu carro para seus filhos, sabendo onde o mesmo se encontra em determinado momento, tornando a viagem dos seus familiares ainda mais segura.

Quem já possuir o rastreador veicular Ituran instalado em seu veículo e quiser fazer a aquisição de um seguro automotivo com algumas seguradoras, o segurado ganha desconto por já possuir esse serviço.

Tanto o Ituran com seguro quanto o rastreador veicular Ituran, oferecem ofertas especiais para motoristas de aplicativos e taxistas.

 

55 guinchos

O 55 guinchos é um aplicativo desenvolvido pela equipe da Ituran seguros oferecendo aos seus segurados uma maneira muito simples de solicitar socorro assim que se esgotarem as suas 5 solicitações durante o período de apólice.

Nesse aplicativo, o socorro é localizado através de sua localização, escolhendo o técnico mais próximo de você. Você consegue acompanhar em tempo real o deslocamento do técnico até o seu local, bem como avaliar o seu atendimento.

O valor cobrado por acionamento chega a ser até metade do valor cobrado por serviços particulares. O pagamento é feito diretamente pelo próprio aplicativo, o que torna toda a transação ainda mais segura.

IPVA: O QUE É O IPVA E PORQUE VOCÊ DEVE MANTÊ-LO EM DIA?

O IPVA é a sigla do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Trata-se de um imposto que deve ser pago por todos os proprietários de veículos, todos os anos.

A taxa é cobrada no início do ano. Pode ser paga pelo contribuinte à vista (com desconto) ou parcelada em 3 vezes (sem desconto).

O valor arrecado com os pagamentos do IPVA são repassados para estados e municípios.  A quantia deve ser investida por esses poderes públicos em melhorias de serviços públicos para a população.

É de extrema importância que o dono de um automotor mantenha o pagamento da taxa em dia. Caso contrário, ele pode se prejudicar.

O que pode acontecer se o valor desse imposto não for pago

Como mencionamos, o proprietário que não mantém em dia o pagamento desse imposto, referente ao veículo, está sujeito a penalidades, como:

  • Ter os seus dados inseridos nos Órgãos de Proteção ao Crédito, como o Serasa e o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) – o que atrapalha muito a vida financeira de uma pessoa,
  • Ser incluso na dívida ativa da União,
  • Se for parado em uma inspeção policial, o automotor com o imposto não pago pode ser aprendido, ou seja, você fica sem o seu veículo,
  • Para reaver o bem, o proprietário terá de pagar a dívida crescida de multas e juros diários, além de arcar com as diárias referentes aos dias que o veículo aprendido permaneceu no pátio do Detran (Departamento de Trânsito) – o sai bem mais caro do que pagar o IPVA em dia.

Como consultar se devo IPVA?

O contribuinte pode consultar facilmente se deve o imposto pela internet. A pesquisa pode ser feita em sites, como o da Secretaria Municipal da Fazenda, onde o automotor está licenciado, ou em links como o  www.ipva2018.com.br.

Para consultar o IPVA, geralmente, esses tipos de sites pedem o número da placa do veículo e o número do Renavam – que costuma constar no documento do automotor, no campo superior direito.

Assim, é possível saber qual (s) o ano em que a taxa do seu veículo não foi paga. E não se esqueça de imprimir o boleto para pagamento e acertar o https://ipva2018.com.br/– para evitar os transtornos citados no item anterior.

Quanto é esse imposto?

O valor do imposto varia de acordo com o estado e, em geral, costuma ficar entre 2,8% a 4% do valor venal do veículo – conforme o indicado pela Tabela Fipe.

Por exemplo, o valor venal do seu automotor é de R$ 40 mil e a taxa do IPVA em seu estado é de 4%. Você terá de pagar, então, o imposto no valor de R$ 1.600,00.

Quais são os encargos para o imposto atrasado?

Segundo o Detran, normalmente, sob o valor normal do IPVA são cobradas taxas por atraso que correspondem a acréscimos de cerca de 0,33% por cada dia de atraso. Além disso, são cobrados juros de mora diários, que são calculados com base no valor da taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) do dia do pagamento.

Mantenha o imposto sempre em dia!

Como você pode perceber, não vale a pena atrasar esse imposto referente ao seu veículo. Isso porque, uma hora, você terá de acertar a dívida. E assim, esse valor em aberto saíra bem mais caro do que o preço normal do imposto.

Caso você esteja com dificuldades financeiras no início do ano, você pode pagar o imposto em 3 vezes. Ainda, em alguns municípios, já é aceito o pagamento da taxa via cartão de crédito.

Mantenha o seu pagamento em dia e a sua tranquilidade!

IPVA-O-que-é-e-porque-você-deve-mantê-lo-em-dia

Quais documentos necessários para acionar o Seguro DPVAT?

O DPVATSeguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, assegura vítimas de acidentes de trânsito, quando não existe apuração de culpa.

Quais documentos necessários para acionar o seguro dpvat

O que é o Seguro DPVAT?

O Seguro DPVAT, indeniza vítimas, sendo elas motoristas, passageiros ou pedestres que foram vítimas de acidentes de transito por via terrestre sendo que a indenização pode ser solicitada em três casos:

  • Morte;
  • Invalidez permanente;
  • Reembolso de despesas médicas e hospitalares;

O pagamento do Seguro DPVAT é obrigatório e está amparado pela Lei Nº 11.482 de 2007, e assegura vítimas de acidentes em todo o território nacional.

O pagamento do seguro é realizado juntamente com o pagamento anual do IPVA pelos proprietários de veículos automotores.

O valor fica retido em um fundo específico e é utilizado para cobrir danos a vítimas de acidentes de trânsito.

 

Como solicitar o Seguro DPVAT?

A seguradora responsável pelos pagamentos do Seguro DPVAT é a Seguradora Líder, assim para solicitar o valor da indenização a vítima ou familiar dever se dirigir a uma unidade da mesma para acionar seu direito.

Também é possível solicitar o seguro em uma agência dos correios.

A vítima também pode acionar o Seguro DPVAT judicialmente, porém neste caso o processo costuma ser demorado. Essa pode ser uma opção quando existir algum problema como o recebimento dos valores.

Quais documentos são necessário para se solicitar o Seguro DPVAT?

Para realizar a solicitação do pagamento do Seguro DPVAT, é necessário apresentar os seguintes documentos:

Para indenização em qualquer um dos caso:

  • RG, CPF e Comprovante de residência;
  • B.O – Boletim de ocorrência: Sob o qual o acidente foi registrado;
  • Extrato Bancário ou Cartão de Crédito: É necessário apresentar comprovante do banco em que possui conta ativa. Caso não tenha conta é necessário a abertura para receber o benefício.

Para indenização em caso de assistência médica:

  • Comprovantes das despesas médicas, sendo recibo ou nota fiscal;
  • Se em virtude do acidente você não pude trabalhar, é obrigatório apresentar laudo médico que ateste essa condição.

Para indenização em caso de morte:

  • Certidão de óbito da vítima;
  • Comprovante de parentesco (certidão de casamento, declarações de herança entre outros)

 

Outras considerações importantes referente ao Seguro DPVAT

Mesmo se o veículo envolvido no acidente não tiver estiver com o pagamento do Seguro DPVAT em dia, as vítimas tem direito a receber a indenização;

O pedido de indenização deve ser solicitado no prazo de até 03 anos da data do acidente.

Se a vítima do acidente tiver 16 anos ou menos, quem recebe o valor é o responsável legal.

Se a vítima do acidente for beneficiada com o seguro invalidez e falecer, os familiares tem direito a receber o valor da diferença dos valores.

E se a vítima tiver recebido valores por despesas médicas, estes valores não serão descontados em caso de indenização por invalidez ou morte.

Em caso de morte, onde a vítima já tiver recebido a indenização por invalidez, é importante ressaltar que esses benefícios não são cumulativos.

Se você foi vítima, ou teve algum familiar que sofreu um acidente de trânsito, vocês tem direito a receber a indenização do Seguro DPVAT, é um direito de todo cidadão brasileiro.

E se for proprietário de um veículo automotor, não esqueça de manter seu pagamento em dia, nunca se sabe quem será a próxima vítima do trânsito.

Como Consultar a TABELA FIPE? Passo a Passo

A Tabela Fipe traz os preços mais precisos de mercado de veículos nacionais e importados. A tabela é atualizada todos os meses pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas para avaliar o desenvolvimento mercadológico.

Tabela Fipe Como consultar a tabela FIPE Passo a passo

Pela Tabela Fipe é possível consultar os valores de mercado de carros, utilitários pequenos, motocicletas, caminhões e micro-ônibus. Para consultar a Tabela Fipe, continue lendo este post.

CONSULTA DA TABELA FIPE: PASSOS

 

  1. Acesse à internet;
  2. Entre no site: www.tabelafipecarros.com.br;
  3. Nesse site você irá visualizar informações como “Tipo”, “Marca”, “Modelo” e “Ano” – tais informações dizem respeito ao valor de mercado que você quer referente a esse veículo em especifico;
  4. Preencha os dados corretamente para ter acesso ao valor de mercado do veículo correto, de acordo com a Tabela Fipe;
  5. Depois de completar os campos corretamente, clique no botão “Buscar Veículo”;
  6. Você será levado a uma tela com o modelo do veículo selecionado, clique sobre essa informação;
  7. Uma nova tela se abrirá com todas as informações sobre o veículo e o valor de mercado dele com base na Tabela Fipe.
  8. Pronto! Simples, não é?

 

Agora um exemplo prático, vamos tomar como exemplo o carro Fiat Palio 1.0 Cel. ECON./ITALIA F.Flex 8V 4p 2014 Gasolina. Assim preencheremos os dados de consulta da seguinte maneira:

 

  1. No campo “Tipo”, selecionaremos a opção “Carro”;
  2. No campo “Marca”, selecionaremos a opção “Fiat”;
  3. No campo “Modelo”, selecionaremos a opção “Fiat Palio 1.0 Cel. ECON./ITALIA F.Flex 8V 4p “,;
  4. Agora, escolheremos a opção referente ao “Ano”, no caso, 2014;
  5. Clicaremos agora em “Buscar”;
  6. Seremos levados a uma nova página com o nome do veículo em destaque e clicaremos sobre ele;
  7. Após esse clique, teremos acesso às seguintes informações:
  • Mês de Referência: abril/2018;
  • Código Tabela Fipe: 001269-6;
  • Marca: Fiat;
  • Modelo: Palio 1.0 Cel. ECON./ITALIA F.Flex 8V 4p;
  • Ano do Modelo: 2014;
  • Combustível: Gasolina;
  • Preço Médio: R$ 25.043,00.

 

Simples não é mesmo? Esse valor de mercado, pode te dar um norte durante a venda do veículo ou a contratação de um seguro.

 

COMO É CALCULADA A TABELA FIPE

 

Como mencionado, a tabela é atualizada todos os meses e se trata da principal referência de preços de veículos do Brasil. Para atualizar os valores, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas conta com profissionais qualificados, que realizam as pesquisas em cerca de 24 estados brasileiros.

Os preços de cada veículo são levantados através de concessionárias, lojas, internet, anúncios, consumidores, etc. Chega-se, então a um valor médio para cada veículo e são descartados valores discrepantes – muito acima ou abaixo da maioria dos preços obtidos.

Desconta-se da média de cada valor, cerca de 2 a 3%. Esse percentual se refere à perda natural do valor do veículo, que acontece durante o processo de venda e compra e à própria flutuação de valores do mercado.

Dessa forma, todos os meses, chega-se ao valor médio de mercado de cada veículo da Tabela Fipe.

Os valores da Tabela Fipe costumam ser usados por empresas de seguros, concessionárias, consumidores que desejam comprar ou vender um veículo e sempre que seja necessário uma base atualizada do custo de marcado.

Seguro Automotivo: Veja os danos que o seguro não cobre!

Seguro Automotivo Veja os danos que o seguro não cobre

O seguro automotivo é um serviço indispensável nos dias de hoje, frente ao número de roubos, furtos de veículos e a frequência de acidentes. Contar com um seguro automotivo é sempre motivo de mais tranquilidade para o proprietário e mais segurança para veículo.

Porém, é preciso ter instruções de que os planos básicos dos seguros automotivos possuem cláusulas, regulamentadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) que excluem algumas coberturas. Isso significa que é de extrema importância que o segurado saiba em quais casos ele não terá cobertura ou assistência do seu seguro automotivo. Confira a seguir!

Danos que o seguro automotivo não cobre

Abaixo, você confere as principais situações e danos que a empresa seguradora não é obrigada a cobrir para com o assegurado:

  • Danos causados ao veículo pelo mau uso dele, como: expô-lo a situações de risco. Exemplo: competições ilegais de velocidade, os chamados “rachas”.
  • Danos pelo desgaste natural do veículo.
  • Problemas causados pelo proprietário trafegar com o veículo coberto pelo seguro automotivo em ambientes não apropriados, como: lama, areia, locais com aviso sobre proibição de tráfego de veículos, etc.
  • Prejuízos decorrentes pelo tráfego e uso do veículo em situações consideradas indevidas, como: manifestações, passeatas, entre outros trajetos perigosos.
  • Danos a acessórios: o seguro automotivo básico costuma cobrir apenas o que se refere a danos na carroceria, caixa, chassi e motor. Peças adicionais costumam, em geral, estarem fora da cobertura do seguro automotivo.
  • Danos e/ou problemas com a blindagem do veículo.
  • Danos nos vidros do carro. Essa questão gera controvérsias, pois a planos básicos de seguro automotivo que cobrem danos a essa parte do carro e outros não. Confira os itens cobertos nas cláusulas do contrato da prestação de serviços da seguradora.
  • Passar, propositalmente, com o veículo em situações de enchentes ou alagamentos. Nesses casos, costuma existir uma investigação por parte da seguradora para saber se o condutor se expôs de forma inevitável às situações citadas ou tentou se arriscar propositalmente.
  • Danos causados ao veículo decorrente de desacato a ordens de autoridades civis ou militares.
  • Prejuízos em decorrência de revoluções, rebeliões ou guerras.
  • Prejuízos sofridos pela participação do proprietário em greves, motins, tumultos e eventos que perturbem a ordem pública em geral.
  • Danos causados por radioatividade ou radiações.
  • Problemas ocorridos por trafegar por locais proibidos, como areias movediças ou estradas com grandes depressões.
  • Danos causados por remoção indevida do carro (reboque).
  • Prejuízos por colocar mais passageiros no veículo do que o permitido.
  • Defeitos mecânicos ou elétricos, diretamente ligados ao mau uso do veículo.
  • Não há coberturas para casos, por exemplo, onde o segurado tenha omitido ou mentido informações no ato da contratação do serviço do seguro automotivo.
  • Danos sofridos pelo veículo devido à poluição ou contaminações do meio ambiente, se encaixando em danos com causas naturais.
  • Problemas apresentados pelo veículo por ter sido usado para fins não determinados em contrato, como serviços remunerados de transporte de passageiros. Exemplo: trabalhos como transportadores por aplicativo, Uber.
  • Danos por entregar a condução do veículo para pessoas sem carteira nacional de habilitação (CNH).
  • Tentativas de fraude, como simulação de roubo ou furto do bem.
  • Provocar sinistro de forma proposital, para obter vantagem do seguro automotivo.
  • Danos ocorridos por acidentes causados com o proprietário sem condições de guiar o veículo, como: consumo de álcool, alterações mentais, uso de drogas, etc.
  • Agravar os danos sofridos pelo veículo, para obter vantagens do seguro automotivo.

 

Coberturas adicionais do seguro automotivo

É possível ainda que o proprietário do veículo contrate coberturas adicionais para o seu seguro automotivo. Entre elas, indenização ou reparos em acessórios, reparo de blindagem, cobertura em território internacional e outras situações.

Porém, vale ressaltar que quanto mais coberturas adicionais forem inclusas no contrato da prestação de serviços, mais cara se tornará a mensalidade do seguro automotivo.

Carsystem: Conheça um pouco da história da marca

A Carsystem é uma das marcas mais antigas e populares de rastreador veicular em nosso país. A empresa surgiu em 2001, tem mais de quinze anos de experiência no mercado brasileiro. Em seu site, a própria marca se denomina como “a maior empresa de rastreamento veicular do Brasil”.

Aos clientes que procurarem pelo site da Carsystem, terão acesso a algumas informações interessantes sobre a marca. Até hoje a Carsystem conta com mais de 60 mil veículos recuperados, mais de 500 mil equipamentos instalados, dez lojas próprias e exclusivas para atendimento ao público e monitoramento 24 horas por dia do seu veículo.

Um dos grandes diferenciais da marca e que a tornaram tão conhecida e popular foi o fato de investir em propaganda ainda muito cedo. Mesmo quando o ramo de rastreamento veicular era desconhecido no Brasil, a Carsystem foi uma das primeiras a apostar em comerciais televisivos, apresentando dessa forma ao público brasileiro o que era um rastreador veicular. Esses trabalhos de educar o consumidor com a propaganda, para a chegada desse novo serviço, permitiu a marca se tornar referência nesse segmento.

Quais serviços a Carsystem oferece aos seus clientes?

A Carsystem oferece aos seus clientes serviço de rastreamento em carros, motos e caminhões. Além disso, também é possível contratar um serviço especial para frotas, quando as empresas levam produtos ou materiais de grande valor para serem entregues é comum que contratem esse tipo de trabalho oferecido pela marca para garantir a segurança também da carga.

A empresa faz questão de destacar que seu rastreador pode ser instalado em qualquer tipo de veículo, seja qual for a marca ou ano de fabricação. Também oferece cobertura em todo o território nacional, por isso se tornou uma das marcas mais buscadas pelos motoristas.

Quais os diferenciais da Carsystem?

Como diferencial, a Carsystem oferece aos clientes uma central de atendimento que funciona 24 horas por dia, dessa forma, seja qual for o horário que você precise de ajuda, algum funcionário estará a sua disposição para tirar dúvidas ou então te fornecer as informações necessárias sobre o seu veículo.

Além da central de atendimento telefônico, outro diferencial da Carsystem é o aplicativo disponibilizado para os clientes, que permite que pelo próprio celular, o motorista tenha acesso a todas informações sobre o seu veículo em tempo real, dessa forma não precisa ligar para saber por exemplo, a localização atual do seu carro.

O que é o plano de assistência residencial?

Além da possibilidade de contratar o serviço de rastreamento veicular, a Carsystem também oferece auxílio para problemas domésticos. Percebendo que muitas famílias sofriam para resolver pequenos imprevistos, a empresa começou a oferecer também ajudas diferentes, como:

 

  • Encanador;
  • Marido de aluguel;
  • Eletricista;

 

Carsystem Rastreadores

O que é o plano Plus da Carsystem?

Além dos planos convencionais para carros, motos e caminhões, a Carsystem também criou para seus clientes um plano diferenciado, chamado de Plano Plus. Ao contratar esse serviço, a empresa te assegura que caso o veículo não seja recuperado após um assalto, você receberá um valor em dinheiro. A quantia chega em até R$ 40 mil para carros e R$ 10 mil para motos.  Funcionando como um reembolso em casos de furto, garantindo uma segurança a mais aos clientes.