Entenda como usar o limite do cartão de crédito

O cartão de crédito praticamente já virou item essencial na carteira da maioria dos brasileiros. Mas assim como é associado a praticidade e poder de compra, ele também é o grande vilão orçamentário. Para fugir de possíveis dívidas é importante conhecer bem a ferramenta utilizada e seus limites.

Por ser um crédito facilmente liberado pelas instituições, especialmente bancos, o cartão de crédito possui um limite. O limite liberado depende muito do seu histórico como pagador/devedor, se você tem dívidas em aberto e sua renda. Tudo isso faz com que a administradora tenha confiança no cliente, liberando mais limite do cartão de crédito.

Mas antes de entender como utilizá-lo, é importante entender o que seria o limite total. O limite é o valor total de compras que você pode ter mensalmente. Se você tem 100 reais de limite e comprar 50 reais,  deverá pagar os 50 reais para obter seu limite. E isso ocorre todo mês.

Para compras parceladas existem duas modalidades, então é importante saber como funciona o seu cartão

1- A parcela do mês saí do seu limite do cartão de crédito

Existem modalidades de cartão onde somente a parcela do mês é debitada do seu limite. Então todo mês você terá o mesmo limite menos o valor da parcela. Seria parecido com os serviços de assinatura. Essa modalidade não é muito comum nos cartões tradicionais.

Ela conserva boa parte do limite do cartão de crédito e funciona muito bem para quem é controlado.

2- O valor do produto saí do seu limite do cartão de crédito

Outra modalidade, a mais comum, é retirar o valor total da compra do seu limite. O limite de cartão de crédito fica menor até o pagamento total. Entretanto a cada pagamento de uma parcela, o valor é reintegrado ao limite. Dessa forma, uma compra no valor de 1000 reais, dividida em 10 parcelas é retirada do limite de 1500, você teria somente 500 reais. A partir da primeira fatura, você recuperaria todo mês 100 reais, até o limite total.

As administradoras gostam de utilizar assim por retirar parte do poder de compra, evitando novas dívidas.

Os limites sempre podem ser aumentados, mas deve ser um processo cauteloso, sempre calculando. Ao longo do tempo de pagamento correto de faturas, sem muitos atrasos ou dívidas, um aumento pode ser automático.

O cartão de crédito virou uma necessidade, mas é importante saber as regras da administradora. Entendendo seu funcionamento fica muito mais fácil ter controle da situação.